8 lugares de que você vai adorar morrer de medo (e querer visitar!)

8 lugares de que você vai adorar morrer de medo (e querer visitar!)

Ossos humanos, passagens para o submundo, estátuas cheias de vida, estradas mal-assombaradas… Todas essas coisas que assombram nossos pesadelos são apenas coisa da imaginação, certo?

Pois bem, a seguir apresentamos alguns lugares que eexistem de verdade e você não só pode saber mais sobre eles, como também visitá-los. Se tiver coragem, claro.

 

1. Stull Cemetery, Kansas (EUA)

Se você se assusta facilmente, recomendamos que pare de ler agora. Sério. O cemitério Stull é considerado por alguns como uma das sete portas de entrada para o inferno. O lugar é tão assustador que deu até calafrios ao Papa João Paulo II – haviam rumores de que a caminho de um evento em Denver, ele se recusou a deixar o avião sobrevoar a leste do Kansas para evitar passar sobre o Stull.

Stull Cemetery, Kansas (EUA)

O horror:

Acredita-se que o cemitério é tão profano que o Diabo mantém uma presença constante por lá e toda a área fervilha com atividades paranormais. No século passado, vários incidentes inexplicáveis foram relatados, como por exemplo um homem que rotineiramente queimava um campo agrícola e encontrou o cadáver de seu filho sob as chamas quando o fogo foi apagado.

Se você está um tanto cético, dá uma olhada no vídeo abaixo. Por ser muito longo, aí vão algumas dicas: o fantasma em questão pode ser ouvido tentando falar a 1:35, e você pode ouvir o som de passos misteriosos aos 5:50. Boa sorte.

 

2. Rodovia Sombras da Morte, New Jersey (EUA)

Pode até soar como um apelido sinistro dado pelos assustados moradores locais, mas “Shades of Death” é, na verdade, o nome oficial da estrada. E acredite, ninguém sabe o porquê.

Tem havido muita especulação em torno das origens do nome incomum da rodovia – a teoria mais conhecida envolve alguns andarilhos psicóticos que tinham o gosto por roubar e matar os passantes desavisados. Outra teoria é a de uma mulher que gostava de matar suas vítimas decapitadas. Agora basta você acreditar em alguma delas.

Shades of Death Road, New Jersey

O horror:

A sinuosa estrada ladeia um grande lago que não tem nome oficial, mas que os moradores apelidaram-no, carinhosamente, de Ghost Lake (Lago Fantasma). Ela tornou-se um ponto de conexão para algumas inexplicáveis e perturbadoras atividades nada normais. Diz a lenda que os fantasmas dos andarilhos criminosos que percorrem a área ao redor do lago, usam a cabana abandonada como seu lugar de descanso.

O céu é sempre estranhamente brilhante, independentemente do que hora da noite você esteja por lá (e não há postes de luz por mais de dez quilômetros). Há ainda relatos de que pessoas foram perseguidas por uma luz branca depois de chegar muito perto da cabana.

 

3. Floresta Aokigahara, Japão

É o segundo mais popular palco de suicídios do mundo e se você o visitar, deverá entender o porquê. A tenebrosa floresta na base do Monte Fuji no Japão é uma combinação perfeita do terrível e do trágico.

Floresta Aokigahara, Japão

O horror:

Com mais de 80 suicídios registrados desde o ano de 2002, a floresta se tornou famosa pela sua fome de vida humana. Há laços caseiros pendurados em várias árvores, ao lado de avisos como “Não faça isso! Pense na sua família”.

Os moradores locais acreditam que os espíritos das vítimas ficam presos nas árvores e se recusam a deixar alguém sair depois que entram na floresta. Um fato conhecido é que as bússolas se tornam inúteis – seja isso por causa dos altos níveis de ferro magnético e o solo vulcânico, ou a concentração de energia espíritos sedentos de sangue por lá, nunca saberemos…

 

4. Ossuário Sedlec, República Tcheca

Há limite para a esquisitice e o macabro? Os donos do Ossuário de Sedlec colocaram bem esta questão à prova quando construíram a Igreja de Todos os Santos, no meio da parte rural de Kutná Hora, perto de Praga.

Ossuário Sedlec, República Tcheca

O horror:

Decorada inteiramente com mais de 70.000 crânios e esqueletos humanos, não há valor artístico que encubra o fato de que que você tem a sensação de estar dentro da maior cova aberta do mundo.

Originalmente inspirado por contos da terra santificada por uma concha de terra do Gólgota – o local da crucificação de Jesus – a igreja e cripta têm sido continuamente ampliada desde o século IV.

Talvez o fato de Gólgota ter sido conhecido como “o lugar dos crânios”, explica por que as pessoas consideram que é uma bênção ter seus ossos nus exibidos em público nesta estranha catacumba, mesmo que eles acabem sendo parte de um gigante lustre de esqueletos.

 

5. Parque de esculturas Veijo Rönkkönen, Finlândia

Não há ossos humanos aqui, mas centenas de estátuas verdadeiramente assustadores que parecem conscientes de cada movimento que você faz. Aqueles que se aventuram nas profundezas da Floresta Parikkala, ao leste da Finlândia, saem com a sensação de que essas macabras figuras congeladas voltam à vida, logo que ele partem.

Parque de esculturas Veijo Rönkkönen, Finlândia

O horror:

As distorcidas estátuas em tamanho natural são criação exclusiva de uma trabalhador eremita de uma fábrica de chamado Viejo Rönkkönen, cujas obras autobiográficas prestam homenagem a coisas como as 200 posições de yoga que ele domina até agora.

 

6. A Ponte Overtoun, Escócia

Às vezes na vida, você se depara com coisas que não fazem sentido para a mente humana, mas fazem todo o sentido para os cães – a Overtoun Bridge é uma delas. A cada espaço de tempo de cerca de um mês, os cães vêm se atirando da ponte e morrendo na água, deixando todos com uma pulga atrás da orelha e se perguntando o porquê.

Overtoun Bridge, Escócia

O horror:

Eu sei o que você está pensando – não – não estamos falando apenas de uma coincidência estranha, onde três cachorros fizeram isso e agora eu só estou exagerando. O fato foi gravado por ter acontecido mais de 600 vezes. Para se ter uma idéia, o demônio cão é tão persuasivo que os cães que não conseguem em sua primeira tentativa de suicídio, subiam de volta e tentavam novamente.

 

7. As Catacumbas de Paris

Paris pode ser conhecida em todo o mundo como a cidade das luzes, mas existem por lá quilômetros de escuridão sob as ruas da cidade, onde milhões de ossos empilhados saúdam aqueles que suficiente bravos para adentrar suas catacumbas.

Les Catacombs de Paris, França

O horror:

Escavadas originalmente do Cemitério dos Inocentes, ao longo dos séculos, é possível perceber por lá muitos outros corpos e organismos juntaram-se ao desfile de esqueletos e pedaços de pessoas que morreram em batalhas notáveis.

Enquanto estiver por lá, certifique-se de ficar nos caminhos, já que o sistema labiríntico tem uma gama enorme de câmaras, algumas das quais têm ainda de ser escavadas. Ninguém sabe realmente o que se esconde sob as ruas da famosa Paris… Por isso, mantenha sua atenção afiada e orelhas em pé.

 

8. Ilha das Bonecas, México

Em Xochimilco, distrito ao sul da capital Cidade do México dividido por um enorme sistema de canais, há uma pequena ilha que tem uma história um tanto obscura.

Isla de Las Muñecas, México

O horror:

Julián Santana Barrera, o proprietário da Isla de las Muñecas, descobriu o cadáver de uma menina em um canal próximo e estava convencido de que sua morte estava ligada a maus espíritos. Barrera começou a colecionar bonecas e partes do corpo de bonecas, e pendurá-las em árvores ao redor da ilha para espantar os fantasmas do mal e não causar mais dor.

Ele morreu em 2001, mas as bonecas foram deixadas penduradas ao redor da ilha para afastar o mal. A ilha pode ser visitada de barco para que você conhecer toda essa bizarrice. Se tiver coragem.

 

Um agradecimento especial a denipet, elminiumjeffr_travelgreggoconnellgirolame,becstarr, Mikko Muinonen, Alfred Muller e adurdin pelas fotos do Flickr (com Creative Commons).

 

 Gostou? Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + dezenove =