Nova York: passeios econômicos

Nossa amiga Joice Rodzinski, do blog Dicas de Viagens & Cia., dá dicas de passeios imperdíveis em Nova York e, o melhor, sem gastar quase nada. PS: as fotos também são dela.

Nova York é, para muitos, a capital do mundo. E, não é para menos, pois nesta cidade as luzes nunca se apagam e num mesmo quarteirão é possível encontrar um representante de cada canto deste planeta.

A cidade respira cultura e consumo.

Com tantas opções, é preciso listar as prioridades de passeios e consumos, para que no final da viagem, não haja surpresas ao conferir o a fatura do cartão de crédito.

Seguem algumas dicas de passeios super econômicos.

 

Central Park

Não importa a estação do ano ou o motivo da viagem a Big Apple, este é um dos passeios obrigatórios, e o melhor, sem gastar um doleta.

Caminhe, relaxe e garanta belas fotos!

 

Washington Square Park

Um parque pequeno e mais frequentado por residentes, localizado no West Village (5ª Avenida com Washington Square), em meio aos prédios da Universidade de New York.

 

The Seaport  (Pier 17)

Localizado no final da Fulton Street, possui várias lojinhas direcionadas aos turistas, restaurantes, atrações e outros comércios diversos.

Seguindo até o final da Fulton Street chega-se ao Pier 17, que além de ser um lugar agradável, possui uma bela vista da famosa Brooklyn Bridge.

 

Brooklyn Bridge

É possível ter uma bela vista da ponte a partir do Pier 17; mas porque não um passeio pela ponte?

A ponte liga Manhattan ao Brooklyn, e certamente você já a viu em muitos filmes e séries americanos. Possui uma passarela exclusiva aos pedestres e ciclistas.

Para chegar ao inicio da ponte do lado de Manhattan pegue os metrôs das linhas 4, 5, 6, J e Z, desça na estação Brooklyn Bridge – City Hall Station.

A vista para Manhattan e para o Broklyn são espetaculares.

 

High Line

É um jardim suspenso em pela Manhattan, mais precisamente no Chelsea, iniciando no cruzamento da Gansevoort Street com a Washington Street e se estendendo até a 30 Street.

Originalmente o local era uma linha de trem elevada, que transportava cargas para armazéns da zona portuária de New York.

Hoje é um jardim diferente de tudo que temos no Brasil, um local descolado, com uma arquitetura nada convencional, frequentado por moradores e turistas.

 

Memorial 11/09

A entrada no local é gratuita, mas é necessário fazer reserva no site: e imprimir o ticket que será gerado. Ao agendar a visita é sugerido uma doação, porém é opcional, podendo ser feita no dia da visita numa urna disponível.

O Memorial foi construído exatamente no local onde ficavam as Torres Gêmeas do complexo World Trade Center, sua inauguração ocorreu exatamente 10 anos após a tragédia.

O local faz o visitante refletir muito, é um misto de sentimentos e questionamentos… só estando lá para entender a sensação ao observar aquele “vazio”.

 

Uma última dica:

Quer tirar uma bela foto na Times Square, sem aquele batalhão de turistas disputando espaço?

No segundo andar da Loja Aeropostale (Broadway, 1515), há um espaço justamente para proporcionar aos turistas belas fotos com a Times Square de fundo.

Para saber ainda mais sobre a cidade, veja nosso Guia de Viagem – Nova York.

 

Gostou? Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + cinco =